Little Big Planet

1 x 2

by on Apr.01, 2014, under Uncategorized

Olá ! Abril

Olá ! Abril


Óh ! Abriuuuuu…
Todas as janelas de Abril !

E março ficou para trás! Mas, deixou-nos grandes e bons projetos para frente!
Março teve Carnaval, Soleil, Exposições, Concertos e muita correria para dar conta de tudo no seu devido tempo. Março me lembrou novamente que para qualquer problema há solução. Porém, se não estiver a nosso alcance, já esta solucionado.

( Como todo bom março – Este me presenteou com cada “abacaxi”! Mas, como é minha fruta preferida…Eu como, eu como, eu como…Você! Hehehehehe)
* Mas, amei, amar.ço! Muita curtição, muito futuro bom em construção!

Então…Que as paisagens avistadas pelas portas e janelas abertas em abril, sejam maravilhosas!

* No mais, a princess está entrando na pré-adolescência. Para minha felicidade, continua desenhando que é uma maravilha, comendo como uma nutricionista, pensando como um gênio artista e se comportando como uma lady. (Love You! E escorrem litros de baba da minha boca!)

> Abril esteja aberto a muita diversão!

Ps.: Já estou esperando o coelhinho!
(Diferente da princess – Eu aceito chocolates!)

Leave a Comment : more...

cOpa.PA.h !

by on Mar.29, 2014, under Uncategorized

Rainha de Copas

Rainha de Copas


Grita mais alto…
Que daqui eu não te escuto!

Uma opinião ou posição nunca é neutra. Você vive mergulhado em um contexto, está sempre sendo bombardeado de informações e, desde que veio a este planeta, tem passado por diversas experiências que lhe constituem. Portanto, quando eu alego que … os meus pensamentos reúnem minhas vivências, filtram, conectam, reordenam e, muitas vezes reproduzem. É fato, somos bons em repetir (do contrário estaríamos extintos).

Vejo o poder da indução na construção do pensamento através de um exemplo visual. A imagem é forte e poderosa. Lembramos muito mais de uma cena, de uma imagem do que de um texto. Junte a imagem, um argumento poderoso, talvez uma música, ou algo que explore nossos sentimentos, algo revoltante, quem sabe uma injustiça e… Pronto! Somos vencidos !

Tudo isto surgiu em uma conversa sobre a copa com um adolescente. Ele me alegou que não queria copa, queria era mais hospitais! Eu lhe disse que também gostaria de ter mais hospitais. E na sequência aproveitei e lhe perguntei qual seria a relação entre a deficiência na saúde com o evento esportivo. A resposta foi que poderiam ter feito hospitais com o dinheiro dos estádios. Ok!
* Aí eu lhe perguntei: – Se não estivéssemos sediando uma copa, teríamos um atendimento na saúde melhor? Quantos anos não tivemos copa e também não houveram melhoras na área da saúde, na educação, na mobilidade urbana, na transparência da administração dos recursos públicos? E, para terminar de desconstruir seu discurso pronto, pedi-lhe que me explicasse o erro na seguinte frase: – Copa não se faz com hospitais! (R.:…é..é..)
* Não há erro! Por que copa, me desculpe, não se faz com hospitais! Assim como educação não se faz com hospitais. Por que são coisas diferentes! (R.:..é…é…)
E eu, não tenho qualquer apego ao futebol! E, também não comemorei a quatro anos atrás! (Meu pai até disse: – Só vocês intelectuais e artistas estão aí reclamando!)

> É, fique aí repetindo, copiando, copiando, copiando, enquanto os políticos continuam te roubando, te roubando, te roubando e desviando nosso dinheiro enlouquecidamente ! Mas, a culpa do momento é toda da Copa! Chega disto, cada coisa tem seu culpado! ( Já, o cara-de-pau master, descobriu só agora que a copa pode não ter sido um bom negócio para os gaúchos… só tu não sabia, né…Ficou sem a tua fatia ? …A vá…vá para Marte!)

* Neste momento, já que não existe vantagem em parar o processo, que seja suficiente este As de Copas!
> Mas, desejo que a nossa educação atinja sem demora um As de Ouro! Do contrário…continuaremos a perder o jogo!

Ps.: Infelizmente, não estamos jogando a nosso favor!

Leave a Comment more...

Mãos

by on Mar.19, 2014, under Uncategorized

!

!


Pra ser sincero…
Não espero de você…

Minha situação em plena segunda-feira pela manhã era ter que encarar a chuva e resolver umas questões burocráticas pendentes. E, o que me ocorreu me levou a perceber que em um aperto de mãos pode haver muita insanidade.

“Tá, eu sou uma consumidora ” tipo mala” que pede três vezes o número do protocolo da ligação e, também “sem alça” que se diverte ao pedir BigMac sem azeitona…”

Mas, retornando a história das mãos… * Fui chamada e entrei na sala conforme solicitado. Na sequência, um senhor confortavelmente sentado me estendeu a mão, e eu estendi-lhe a minha, desejando-lhe um bom-dia.
Aí…(Este é o ponto!)…A pessoa olha bem para mim e diz: – Tudo bem, bom-dia! Mas, era para você me entregar o recibo do pagamento!
(Ok! Entreguei o recibo e, ao sair, desejei-lhe mais uma vez bom-dia. Achei que ele estava realmente precisando!).

** Que loucura a minha achar que a pessoa estava me cumprimentando!
( Ele estava ali, apenas cumprindo o seu trabalho….Fiquei pensando em um futuro próximo algo como… Vai carimbando, apenas carimba, depois enlouquece, aí estende a mão e aponta a arma, puxa um dedo e atira. Bom dia pra quê, né? )

Ps.: Com licença, bom-dia e obrigada pelo seu tempo.
(Por favor, mais amor!)

Leave a Comment more...

LemonCafé

by on Mar.17, 2014, under Uncategorized

Limonada de Café

Limonada de Café


Café, café, café…
Ai que bom que é !

Já, limão mais café…requer um pouco de fé para acreditar que isto é uma mistura que pode funcionar.
Bem, encontramos “Limonada de Café” no cardápio em um restaurante na Colômbia e acabamos não resistindo.
Quando chegou nosso pedido…Hummmmm….Primeiramente analisamos o visual – um copo alto, com uma espécie de líquido meio amarronzado, leitoso e gelado…mas, ao provar, a experiência foi indescritível- uma deliciosa explosão de sabor! (Doce, amargo, ácido)

Chegando por aqui, procuramos algumas receitas para reproduzirmos tal deleite (nunca vimos em nenhum cardápio aqui pelo sul…alguém poderia se habilitar!).
> A nossa receita preferida (chegou perto do sabor original) ficou assim:
1 grapefruit (só a polpa da fruta)
1 limão-taiti (com casca e tudo)
* Bater no liqüidificador com um pouco de água e coar
Voltar ao liquidificador a mistura coada, adicionar 100ml de café forte e frio (coloque gelo para esfriar) e 3 colheres de sopa de açúcar…completar com gelo e água até ter um volume total de 1 litro, bater e…Está pronta a sua *Limonada de Café – Para gente grande* ! (Mas, a princess também acabou curtindo)

Limonada de Café ! – Atestado de Loucura*
Hahahaha- Já me olham estranho por que tomo café frio e sem açúcar…
Mais imaginação, mais possibilidades, mais criatividade nas combinações…* Deixa o preconceito de lado!
**Faz aí! Vai que tu gosta!

Ps.: Eu bebo simmmm…e vou enloquecendooo!
(tem gente que não bebe…e está perdendo!)

Leave a Comment : more...

1 x 2

by on Mar.01, 2014, under Uncategorized

Love

Love


Ar, amar, mar…
É, já é mar…”sô”!

E março começa com um feriado de carnaval. Isto já diz muita coisa boa sobre este mês!
Já fevereiro…foi o mês em que o termostato do clima explodiu…40oC ou mais…(calamidade aqui pelo sul…a gauchada não aguenta!) e agora, para dizer que não foi bem assim, ontem em sua despedida ele me fez puxar um casaquinho….
( Não adianta, ainda não esqueci de me sentir derretendo !)

É, em fevereiro torrei com o calor que torrou a minha paciência…me refresquei no mar (limpo e quente – inédito pelas bandas aqui de baixo do atlântico) e também no temporal (até gelo caiu na minha cabeça…de tanto que pedi um refresco). E, assim foi-se ferver.eiro – faltou luz, trânsito parou na “Free Way” que “engarrafou”… o veraneio acabou!
Mas findou com aquele gostinho de que foi aproveitado, aprovado e bem provado (delícia).

* E que venha março com seu mar de diversões…Eu vou Amar..sô !

- No mais, eu e a princess nos desgrudamos um pouquinho (por que cada um tem que traçar o seu caminho <3 ). Mas nós, planetários, não abrimos mão dos “nossos momentos”…então….Março será tudo de bom!

Ps.: E…Beijinho no ombro !
(Ah! Lepo Lepo – É Carnaval!)

Leave a Comment more...

POPcorn

by on Feb.23, 2014, under Uncategorized

POPcorn

POPcorn


Deixa todo mundo…
…pulando que nem pipoca!

Esta história começou no verão passado quando, em um dia de vento e chuva, resolvi fazer pipocas para duas pequenas criaturas sossegarem. Algo como… senta aí, enche a boca de pipocas e me dá um tempo…hahahaha.

Cheia de esperança de ser feliz instantaneamente, peguei um pacote de pipocas para microondas e fui direto para a maravilhosa caixa transformadora. Tirei o pacote da embalagem, virei-o de bunda para baixo (ou para cima, sei lá), fechei a porta e enchi-me de coragem achando que estava no comando com todos aqueles botõezinhos…
E aí, ele não reagiu…e, na seqüência, pânico, seguido de calma e uma conferida na tomada, na fiação e …nada!
+ Agora era encarar a panela! Então, lá fui eu fazer no fogão as pipocas para microondas…e, ao abrir o pacote… Nojooo!!! (Se você ainda pretende socar um pacote de pipocas no microondas e comê-las, nunca, mas nunca faça isto! É algo como uma barra de sabão com os milhos grudados nela! Nunca mais!)
+ Depois deste dia, só milho para pipoca, panela, azeite e fogão.

Até que, uma amiga testou e proferiu que fazer pipocas na água dava certo!
Então… Núbia, a partir de hoje, minhas pipocas nunca mais serão as mesmas!

** Mágica: Milho para pipoca, água, microondas, um pirex de vidro (eu utilizei um pirex fundo médio, que uso de saladeira- tem uns 10cm de altura) e plástico filme.
+ Coloquei uma mão cheia de milho e cubri-os com água. Lacrei a boca do recipiente com plástico filme e fiz alguns furinhos com um palito de dente (fiz 6). Liguei na potência máxima e eles estouram completamente ao final de 8 minutos (mas depende do microondas- fique de olho na primeira vez). > Faz sem medo! Dá certo!

Ganhou o Oscar! Não suja panela com o azeite queimado e você sabe o que come, sem nenhuma adição de gordura e coisas que possuem nomes incompreensíveis!
- Rápido, prático, saudável! As “mãe” pira!

Ps.: Quando a paciência estourar! Estoure pipocas!
(E reze para o santo microondas funcionar! Hahahaha)

Leave a Comment :, more...

Playa

by on Feb.13, 2014, under Uncategorized

Caribe

Caribe


Aqui todo es diversion
Hasta que salga el sol..

Depois de ter raptado com o olhar os tesouros da terra, nos lançamos ao mar!
Lá fomos nós em um passeio turístico pelas ilhas do Caribe colombiano. Compramos um pacote com parada na ilha do Rosário, com almoço e banho de mar na Playa Blanca.

Tudo muito maluco, pega turista aqui, outro ali, troca de guia, desce no porto, preenche formulário, paga taxa, lota uma lancha e vai.
*Primeira parada para pegar uns “camaradas” e dar um troco para as crianças locais que chegam até a lancha como verdadeiros piratas (nadando, em pranchas, remando, em canoas).
*Segunda parada no restaurante aquático próximo a uma ilha. Aí, uma senhora encosta uma canoa e começa a vender… patacón, água… e…atiram uns farelos no mar… Incrível!! – A água era tão transparente que dava para ver o fundo do mar, vi alguns corais, uma arraia e inúmeros peixes coloridos…Lindo, muito lindo!

Aí, chegamos a **Ilhas do Rosário – Tínhamos duas opções, ou visitávamos o aquário, ou mergulhávamos com snorkel pelo mar. Ah! Depois dos peixes…o aquário era o gigante mar caribenho! Deixamos os represados em terra e nos jogamos ao mar!
- É bem verdade que não nos acertamos muito com o equipamento um tanto inadequado e também não vimos muuuitas coisas. Depois dos “um milhão” de peixes esperávamos mais…mas, mesmo assim, vimos vários peixes, corais enormes e, o guia que levava a princess pegou até um “caramujo marinho gigante” e mostrou para ela. Valeu!

** Playa Blanca – Ancoramos e logo fomos almoçar. Almoço simples, mas com um peixe gostoso e o melhor patacón que comi. Mas, com um mar de um azul celeste…quem quer saber de qualquer outra coisa. A areia é branca, aparentemente de farelo de coral (em terra é fininha), logo ao entrar na água pode-se pegar pedacinhos quebrados deles. O mar é morno, não tem ondas e a água é muito azul…muito azul…(pirando no azul)!

Tudo muito lindo…até termos que pegar a lancha e sair do paraíso…o vento apertou um pouco e as ondas se elevaram mas, a cada molhada de onda dentro da lancha a princess curtia e, eu..é, eu (…).

Ainda deu tempo para curtirmos um pouco a piscina do hotel, tomar mais um banho de mar, uma nova visitinha a cidade murada e mais uma noite em Bogotá.
É…acabou o fôlego!(Não tinha me dado conta de que Bogotá está a 2.600m acima do nível do mar…Hehehehe)

+ Amo vocês planetários, meus companheiros piratas!

Ps.: O meu tesouro guardo no coração!
( …Meu Japa e Minha Princess! São meus e pronto! Hehehehe)

Leave a Comment more...

PoPa

by on Feb.12, 2014, under Uncategorized

Popa

Popa


Dependendo de como se chega ao céu…
O tombo pode ser grande!

Aquilo que não se explica, não se entende ou não faz parte de algum interesse, vira proibido, amaldiçoado ou passa-se um “corretivo”. É inacreditável o que as religiões fazem para supostamente manter o seu lugar na terra…por que no céu..bem, este pertence as estrelas e aos pássaros!

No ponto mais elevado da cidade de Cartagena, com 150m de altura está o cerro de La Popa. Lá do alto encontramos uma maravilhosa vista de Cartagena e do seu porto. Lá está localizado o Mosteiro de Santa Cruz (século XVII), com um lindo pátio coloridamente florido e uma igreja com um altar douradinho pelo mais puro ouro.

Mas o cerro de La Popa tem história…Ele foi amaldiçoado..

Contam que…No período colonial, os índios e escravos africanos adoravam ali um deus chamado ” Buziriaco ” ou ” Cabro Uri”, que tinha a aparência de uma cabra. Aí, um frei agostinho chamado Alonso de la Cruz Paredes recebeu em sonho uma ordem da Virgem Maria para construir um mosteiro no lugar mais alto de Cartagena. Devidamente apropriado do lugar, ele jogou a imagem do tal cabra “buziriaco” colina abaixo e substituiu-o pela imagem da virgem da Candelária, uma virgem de pele negra, padroeira de Cartagena das Indias.

Mas claro que, o tal cabra não deixaria barato e, sabotou a construção do mosteiro. Acredita-se que a construção do templo e mosteiro de La Popa levou muito mais tempo do que o previsto pela interrupção do Busiraco que lançou trovões, relâmpagos, chuva e ventos fortes.

No período Colonial e até a abolição da escravidão os negros africanos estabelecidos na cidade e seus arredores eram autorizados apenas a celebrar a festa da Virgem da Candelária, onde faziam manifestações e celebrações e; onde o ritmo musical da Cumbia surgiu.
Ah! E o convento também foi fechado pelas autoridade de 1822 e somente retomado pelos monges em 1963. (Ideia do cabra? Medo!)

Ps.: Ah! É Convento de La Popa! Não da Pepa! (Hahahaha)

Leave a Comment more...

Cast.elo

by on Feb.10, 2014, under Uncategorized

Castillo

Castillo


O forte por ser forte…
Nunca é tão forte!

Um dos locais imperdíveis em Cartagena é o Castillo de San Felipe de Barajas. É um Castelo-Forte-Labirinto em minha livre interpretação. Dizem que é uma das maiores construções militares espanholas no mundo e já foi uma das maiores na américa.

Esta fortaleza foi desenhada pelo engenheiro holandês Richard Carr e construído em 1657 pelos espanhóis com função de proteger dos ataques de piratas, enquanto os espanhóis enviavam ouro para a Europa.

É uma construção imponente e que aparentemente cumpriu seu papel militar, com eficiência, por um bom tempo.
(Os espanhóis foram engenhosos! Dificultaram a vida dos amáveis piratas! Isto não se faz! Hehehehe)

Adoramos explorar e conhecer a história do local. Assim como cada parte do castelo; artilharia bem localizada, o hospital, a residência dos oficiais, a cozinha e a linda vista da cidade. Mas, o mais maluco é caminhar pelos túneis que formam uma espécie de labirinto ao redor dele…perde-se a noção de direção. Certemente o inimigo que entrasse neles, deles não sairia. Haviam lugares estratégicamente preparados para os guardas. Humanos loucos!

Altamente recomendado se você não for um pirata!

Ps.: Na dúvida…deixe seu inimigo duvidando!

Leave a Comment more...

Cartagena

by on Feb.08, 2014, under Uncategorized

Cidade Murada

Cidade Murada


Las ganas de conocer
Lo que hay después del mar…

Cartagena das índias é a quinta maior cidade da Bolívia, localiza-se no litoral Atlântico, na porção conhecida como Mar do Caribe. A cidade foi fundada em 1533 pelos espanhóis, que cuidadosamente a fortificaram lhe servindo de proteção por séculos. Ela é a cidade mais associada a Piratas no caribe, e no mundo.

O centro histórico de Cartagena, conhecido como a cidade fortificada, foi declarado Patrimônio Nacional da Colômbia, em 1959, e Patrimônio da Humanidade pela Unesco, em 1984.

Além da proteção murada contra ataques de invasores a igreja instaurou ali um Tribunal da Inquisição, por volta de 1610.

Na cidade murada (ou fortificada), encontram-se as atrações históricas da cidade:
* Museo Naval del Caribe: Mostra a história dos piratas e das táticas de defesa da cidade. Com sorte você ainda descola um show de dança caribenha.
* Palacio de la Inquisición: Local onde a Inquisição torturava, julgava e condenava homens acusados de crimes religiosos. Lá você vê alguns métodos de confissão pecaminosa. Dá medo, mas vale a visita! Com sorte você pode ver uma exposição de arte contemporânea colombiana.
* Igreja dedicada a São Pedro Claver: primeiro santo no Novo Mundo por causa do seu trabalho com os escravos. (Posso imaginar…)
* Museo del Ouro – Zenu: Museu relativamente pequeno, mas a coleção é extremamente bela. Ficamos encantados com as peças executadas antes da presença dos espanhóis. Muito Lindo!
* Museu da Esmeralda: Há vários! Na verdade, são lojas que vendem esmeraldas. Mas fica difícil conseguir sair sem nenhuma pedrinha verdinha… brilhante, brilhante – verde brilhante!
* Passeio de Charrete: Faz uma volta pela cidade toda e o próprio condutor vai contando a história da cidade.
* As ruas e as casas são coloridas e muito bonitas – São a principal atração juntamente com a própria muralha que as cerca.

Na parte nova da cidade, ficam prédios mais recentes como qualquer cidade de porte mediano. Há ainda a sede da marinha e seus navios de defesa e inúmeros navios de cruzeiro circulando pela região.
O hotel que ficamos dava para uma praia de frente para o mar. Mar morno, limpo e com pequenas ondas.

Ps.: A História…Ah…Histórias…
(Por que viajar é preciso!)

Leave a Comment more...

Looking for something?

Use the form below to search the site:

Still not finding what you're looking for? Drop a comment on a post or contact us so we can take care of it!