Ex.tinção!

LoVe
LoVe

Feliz de quem tem um amor…
…e uma caixa de chocolates!

A história começa assim: Olha ali aquela libélula, parece até que está parada no ar! Linda, né? …Ah! Elas estão em época de acasalamento…e…quando estão copulando formam o desenho de um coração…(hummmmm)…e depois elas colocam os ovos na água e… algumas morrem por que as suas asinhas molham ao fazerem isto…e algumas outras voam…mas os sapos as comem! (que horror)
P.: Como tu sabe tudo isto sobre as libélulas? R.: de Princess: Eu vejo documentários!(OK)

A melhor parte continua assim: Ah! E um colega meu está querendo impressionar uma menina…(hummmmm)…Parece o ritual de acasalamento do T-Rex! (Hahahahaha, como?)…É, a menina é bem maior que ele, igual a fêmea deste dinossauro. Aí, ele compra até refrigerante para ela no bar da escola…(E ?)…Bom, é que se a fêmea do T-Rex estiver com fome, ela devora o seu parceiro! (Tadinho! Hahahahahaha)

Ah! O amor!

Ps.: Talvez isto explique a extinção! (Hahahahahaha)

LoVe

Forever
Forever

Amor é…
Algo que se sente e não se explica!

Outro dia, fiquei me deixando ser hipnotizada pela televisão para não fazer mais nada.
Aí … Vi um documentário sobre como o espaço é malucamente maleável, que o tempo é relativo, que é possível viajar para o futuro e tals…
*Bem…Para mim o tempo sempre foi relativo- Quando estou com quem amo ele passa voando.

Aí … Vi um documentário sobre o que aconteceria se a humanidade acabasse… E fiquei refletindo sobre o quão rápido as construções humanas atuais sumiriam.
*Bem… Construíndo meu presente para meu namorado/marido/samurai/companheiro/amante (…) pensei em algo que durasse e resistisse ao tempo, apesar de sua relatividade…

*** Esculpi em uma pedra branca (pó de estrela) minha declaração de amor!
(Só espero que não acabe atirada na minha cabeça! hahahaha- Por que aí não Dou mais nada!hahahaha)

Ps.: Feliz Dia dos Namorados!
(Se ainda não deu certo…Tenta o dia 13 e reza para Santo Antoninho!)

Cor.Ação!

Amo
Amo

Meu coração… bate feliz… quando te vê!

Ganhei corações de quem está sempre no coração!

Ganhei um coração desenhado, chic de salto alto, ultra-mega-fashion…Um coração bem traçado, bem humorado!!! Adorado!!!!

Ganhei um colar de corações de papel!!! Coraçõezinhos dobrados por dedinhos dedicados, todos pendurados, enfileirados…muito, muito delicados!

Ganhei um coração, que na verdade são dois…
Um coração duplo… um sólido, como o ouro e o outro brilhante, como cristal… mais um lindo coração … como vocês!!!

Com tanto coração enchendo meu coração… ele bate feliz, bem feliz!!!

Ah…o amor… sempre nos deixando brega…mas, desta breguice eu não abro mão!
(É melhor ser brega do que ser triste…hahahaha)

Ps.: Eu me amo/ Eu te amo/ Eu nos amo…
(E assim lá se vai mais um ciclo ao redor do sol)

aMor

Enamorada
Enamorada

O amor é teorema…pensamento…

Outro dia, vi um comentário do Jô Soares sobre algumas definições que alunos, bem pequenos, haviam feito sobre o que para eles era o amor. (Uma definição mais interessante do que a outra, lindas!)

Me lembrei destas definições pois minha princess, em uma conversa do tipo segredinho, me contou que em sua sala de aula havia um garoto do qual ela gostava mais. (?)
Mais um tempo sobre o assunto e ela me confessa que ele era seu “namoradinho” de mentira (só da parte dela) e que… e que …
Bem, minha princesa havia encontrado o seu primeiro príncipe encantado ( pensamentos tão puros, tão fofinhos…)

Altamente apaixonada fui procurar um livrinho e encontrei: “Enamorados” de Rébecca Dautremer, que conta o que uma turminha de amigos pensa sobre o que é estar “enamorado”… e aí… mais fofurinhas…sem conclusões, sem definições pré-concebidas, leve como uma brincadeira… Perfeito!

Ah! Lindamente ilustrado e vem com uma coleção de cartões para você literalmente se enamorar!

Ps.: Viver é estar constantemente apaixonada!

Chuchu

Meu coração bate por você chuchuzinho!
Meu coração bate por você chuchuzinho!

Eu amo meu Chuchuzinho!
E quando me incomoda: Eu Amo meu Chucrutinho!

Serve para os meus dois amores: Princess e Samurai…(Dupla Nipônica que sempre me ganha!)
Um, me ganhou a mais tempo e, é por isto que estou escrevendo. Comemoramos mais uma volta ao redor do nosso aquecedor gigante, o sol.
Bem, nossas rotações nem sempre são em linha reta, nem sempre são tranquilas e nunca são iguais.
*Elas são vividas e apaixonadas por ela. Eu e o Su, bem, nos entendemos bem (hehehehe).
Já a princess, é a nossa construção, linda e perfeita. Ela é simplesmente tudo de bom!

Bem, estes dois são tão ligados a mim, que surgiram na minha vida em datas afins. Hoje, comemorando com ela, o que comemorei ontem a noite com ele (hehehehehe), encontrei um chuchu em um formato inusitado- um chuchu coração!

*** Este chuchuzinho é tudo, assim como vocês!

Ps.: Amo você & Amo você!

Amor(as)

Amor(as)
Amor(as)

Hoje, a princesinha me chamou a atenção para o fato que as amoras já estavam prontas para comer. Ela simplesmente as ama! Estavamos passeando no parcão e acabamos comendo as primeiras amoras desta estação. Depois de brincar bastante e se pintar de roxo bastante, fomos pegar “bastante” amoras. Por que amor(as) não tem limite!
Já tinha o mapa da colheita na cabeça, era uma amoreira livre de grades e de donos. Chegando lá, tinha tanta amora que a loja que ficava próxima varria as amoras para não sujar a calçada! Mas as melhores e mais maduras estavam no alto. E, a doida aqui, quase morreu na primeira tentativa de subir na árvore. O samurai riu, a princess também e a tiazinha que estava na calçada virou de costas. Fracasso e humilhação! Mas, sou artista, teimosa e taurina, eu não desisto! Tirei os malditos sapatos (a culpa de meus arranhões foram deles) e subi. Agora, quem não gostou foi a pomba que tinha um ninho perto de onde eu estava. Em respeito ao ninho, peguei minhas “bastante” amoras com orgulho e fomos com bastante amor(as) de volta ao nosso planetinha.